Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Happy Places

Queima das Fitas do Porto

Olá Olá.

Na semana passada andei a investigar no Facebook do blog qual o dia que mais gostavam para sair um novo post e passar a haver dois post por semana em vez de só um ao sabádo e o dia que ficou escolhido foi a quarta-feira. Por isso a a partir de agora todas as quartas e sábados, iremos ter novos post

E vocês estão agora a pensar: "Mas hoje não é quarta!"... Pois bem, esta semana, excepcionalmente, e irei fazê-lo sempre que achar mais adequado uma data diferente para o post, sai hoje. 

Como podem ler no título vou falar-vos da Queima das Fitas do Porto que se realizou durante esta semana e por este motivo é que andei um pouco ausente do Facebook da página e achei mais adequado falar-vos deste evento no fim do mesmo do que a meio, pois certamente iam ficar coisas por dizer. Vamos lá então falar desta semana...

Não sei se sabem mas a festa académica Queima das Fitas apareceu por volta de 1919 com o nome de Festa da Pasta. A primeira Missa da Benção das Pastas foi realizada em 1944, na Igreja dos Clérigos. E só em 1945 é que foi completamente eliminada a designação Festa da Pasta, passando aqui a designar-se como ainda hoje a conhecemos: Queima das Fitas do Porto. A mesma vai evoluindo até que a partir de 1971 deixa de se realizar devido as desordens políticas da altura. Em 1978 ressurge como Mini-Queima onde já aparece um cortejo que gera alguma polémica. A partir daí voltou a evoluir pouco e pouco até ao que conhecemos hoje em dia. Actualmente, é organizada pela Federação Académica do Porto e conta com inúmeras actividades como o Cortejo, a Serenata, o Festival Ibérico de Tunas Académicas, as Noites da Queima.... E deixou de ser uma festa restrita aos estudantes, sendo neste momento a segunda maior festa da cidade do Porto e a maior festa académica do país (dados retirados do site da FAP). 

Depois de um pouco da história desta semana académica vou falar-vos de como foi este ano, ou melhor, como foram as actividades em que participei. Fui dois dias as Noites da Queima e digo-vos num apanhei chuva a mais e noutro gente a mais. Acho mesmo que é o melhor resumo que vos posso dar dos dias que fui. No primeiro dia que fui (o da chuva a mais) só fui mesmo para ver os D.A.M.A. que, como já devem ter percebido, são a minha banda predileta. E valeu bem a pena a chuvinha que apanhei pois foi um concerto 5 estrelas. No segundo dia que fui (o das pessoas a mais) estive uma hora, sim leram bem, uma hora para entrar no recinto, a pensar que ia divertir com os kizombas que iam actuar e eis que morri de sono a ver o tão aguardado e esperado Anselmo. Eu pouco conheço das músicas deste senhor e então pensava que eram mais mexidas mas não, são assim mais lamechas e pronto fiquei um pouco "desiludida" porque ia com vontade de dançar e me divertir. Não quero com estas minhas palavras ser mal interpretada. Respeito bastante o senhor e quem o admira e como já referi, não conheço o trabalho dele por completo, fui apenas com expectativas erradas. Mas até vou ver se ouço algumas músicas e quem sabe, até não goste de algumas. O pior foi quando acabou o concerto e as pessoas todas vieram para as barraquinhas. Foi impossível lá andar. Mas pronto ainda me consegui divertir um pouco com as minhas amigas. Tirando as Noites da Queima, fui ao Cortejo ver e tirar fotografias aos meus amigos que lá iam. Felizmente o S.Pedro ajudou no tempo neste dia e foi muito bonito. 

Para terminar e como já devem estar fartos de me aturar (eheh), deixo-vos com uma fotografia minha que tirei quando andei a preparar as fotografias do primeiro post com a minha capa e a minha cartola... :)

Queima#1.jpg

Espero que tenham gostado!! 
E já sabem que fico sempre a espera das vossas opiniões.

Até quarta,
Alexandra. 

NOTA: Neste post não há fotografias do evento porque como sabem, as fotografias que coloco aqui no blog, são tiradas por mim e como não me parece correto estar aqui a colocar fotografias só da minha faculdade e dos meus amigos (que foi o que andei a tirar) fica sem fotografias do evento. Caso queiram ver fotografias do enveto, passem no Facebook da FAP e podem ver tudo o que quiserem. Grata pela compreensão!